Como tornar a sua casa mais amiga do ambiente  

 

Falar de sustentabilidade nunca foi tão importante como hoje. Numa época em que é claro que os recursos energéticos do nosso planeta são limitados, cabe-nos a nós diminuir a pegada humana no ambiente e fazer os possíveis para que as próximas gerações tenham qualidade de vida.

Porém, seguir um estilo de vida mais amigo do ambiente não ajuda apenas o planeta, mas também a nossa carteira. Hoje deixamos-lhe algumas dicas para uma vida caseira mais sustentável e económica.

 

Reciclar

Atualmente, a reciclagem já não é novidade para ninguém. Esta é a mais simples das ações que podemos ter no nosso dia-a-dia, e uma das que poderá ter mais resultado a curto e longo prazo.

Porém, muitas pessoas ainda são resistentes a reciclar, seja por preguiça, falta de fé no sistema de recolha ou falta de ecopontos na sua zona de habitação.

Separar os nossos resíduos é muito importante e fácil e tem muitas vantagens não só ambientais, como económicas e sociais. Destacam-se: a poupança de água e energia, redução da extração de matérias primas, diminuição das taxas de tratamento de resíduos e redução dos impactos dos aterros e da incineração.

 

Trocar as lâmpadas

Outra dica que é muito fácil de aplicar em sua casa mas que por vezes passa despercebida é trocar as velhas lâmpadas de halogénio ou incandescentes por LED. As lâmpadas LED duram muito mais do que as lâmpadas de halogénio e gastam em média até menos 80% de energia emitindo a mesma luz.

 

Privilegiar extensões elétricas com on/off

As extensões elétricas são objetos que fazem parte do nosso dia a dia e a quem por vezes não damos a devida atenção, Procure usar extensões com botão on/off, em que é mais fácil interromper o consumo de energia sempre que não esteja a utilizar os aparelhos que lá estão ligados.

 

Cuidados com os eletrodomésticos

Os electrodomésticos são a grande fonte de gasto de eletricidade nas nossas casas. Na hora da compra, devemos ter atenção à eficiência energética dos eletrodomésticos mas também à forma como os posicionamos em nossa casa. Por exemplo, deve evitar-se ao máximo colocar um frigorífico junto a uma janela onde bata o sol ou ao lado de um forno. Desta forma, o frigorífico irá gastar muito mais energia para manter a temperatura interna.

As máquinas de roupa e louça devem ser colocadas a funcionar apenas quando estão cheias pois o consumo é mais elevado uma vez que o número de lavagens é superior.

 

Reduza o gasto de papel

Hoje em dia, a maioria dos serviços de luz, gás, internet e água oferecem opção de fatura eletrónica. Muitos oferecem até descontos para quem opte por essa modalidade para receber a sua fatura. Evite também imprimir documentos desnecessários e limpe a banca da cozinha com panos em vez de papel.

 

Reduzir o gasto de plástico

Este é o gasto mais significativo no nosso dia-a-dia e um dos mais prejudiciais para o ambiente. Se não conseguir comprar a granel utilizando sacos reutilizáveis ou frascos, opte por produtos com embalagens familiares. Por exemplo, pode comprar um quilo de iogurte em vez de um pack de 12 iogurtes.

 

Opte por sacos de pano ou de plástico reutilizáveis.

Ser mais sustentável não é difícil nem requer que gaste mais dinheiro do que gastou até agora, antes pelo contrário. Com estes gestos simples, irá tornar a sua casa mais amiga do ambiente e reduzir as suas faturas ao fim do mês.

 

O Edifício Mouzinho de Albuquerque tem instalados painéis fotovoltaicos para fornecimento de eletricidade ao condomínio, reduzindo o consumo energético e aumentando a sustentabilidade ambiental do edifício. Venha visitar-nos!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência.