Saia da caixa e decore com combinações de cores improváveis

Se o branco já não lhe dá energia suficiente, está na hora de sair da caixa e decorar com combinações de cores improváveis. Dê mais personalidade à sua casa e arrisque ao combinar o verde e o rosa, o amarelo, o azul e o vermelho. Surpreenda os seus convidados com um design arrojado.

Como combinar cores?

Apesar de improváveis e inesperadas, as combinações de cores têm de fazer sentido juntas. Caso contrário, não conseguirá mais do que um conjunto de cores confuso.

Se está a iniciar um projeto, mas ainda não tem muita experiência com a junção de tons, então as dicas que apresentamos abaixo são perfeitas para si!

Círculo cromático

O primeiro truque que apresentamos para descobrir quais os tons que devem ser conjugados, é usando o círculo cromático.

O círculo cromático de cores é constituído por três cores primárias. Cada cor primária tem uma cor complementar, chamada cor secundária. Neste círculo existem também cores terciárias.

  • Cores primárias: amarelo, vermelho e azul.
  • Cores secundárias: a mistura de duas cores primárias.
  • Cores terciárias: a mistura das cores primárias com cores secundárias.

Mas a pergunta que se impõe é: como conjugar as cores certas? Para isso deve seguir um dos seguintes métodos! Combinação de cores complementares

As cores complementares são opostas no círculo cromático e apresentam maior contraste entre si. São exemplos o vermelho e verde, o amarelo e o roxo.

Estas junções resultam numa explosão de cores para dar às divisões vivacidade e energia.

Tríade de cores

Se quiser ser ainda mais ousado, pode utilizar uma combinação de três tons.

Para esta opção, deverá escolher três tons diferentes distantes uns dos outros dentro do círculo.

Contudo, as três cores escolhidas devem estar em distâncias iguais. Ou seja, de quatro em quatro tons.

Um dos esquemas bastante escolhido é o azul, vermelho e amarelo. Apesar de serem cores que criam um grande contraste, a vibrante combinação é bastante harmoniosa.

Combinações análogas

Este esquema de cores permite combinar entre duas a cinco cores que estão uma ao lado da outra no círculo cromático.

Geralmente, esta técnica ajuda a criar um efeito calmante nas divisões, além de continuidade, criando um degradê de cor.

Apesar de poder combinar até cinco tons, o ideal é utilizar apenas até três cores para não perder o foco.

Combinações improváveis

A combinação de neutros já está mais do que vista. É difícil surpreender com o preto, o cinza, o bege, o castanho ou outras cores fáceis de conjugar.

Surpreenda a si próprio e aos seus convidados com uma explosão de cor fascinante e sóbria.

Verde e Rosa

Esta é uma combinação a fazer lembrar a primavera, os canteiros a florir e as florestas a ganhar cor.

São cores complementares porque se encontram em lados opostos do círculo cromático.

Estas duas cores não costumam ser muito usadas na decoração de interiores. Contudo, a combinação tem conquistado fãs pela sensação de charme e acolhedora.

Azul e laranja

Esta é também uma combinação bastante alegre. Pode escolher os tons de azul e laranja mais vivos, se a ideia for criar um design inspirado nas casas de verão.

Mas pode ainda optar por tons mais sóbrios dentro da mesma paleta de cores. Em vez de laranja, pode escolher um tom mais terra ou então mais suave como o salmão.

Laranja, verde e lilás

Este trio é um dos mais deliciosos. Ao usar esta combinação em tríade, pode criar um espaço alegre e cheio de energia positiva.

Claro que o objetivo não é pintar uma parede de casa uma destas cores, mas sim jogar com os objetos de decoração e com móveis como o sofá, os aparadores, as cómodas ou a cama.

Na cozinha, pode apostar em eletrodomésticos de cores diferentes a contrastar com os móveis pintados numa destas cores.

Como viu, não é preciso ter medo de usar cores. Basta apenas saber conjugá-las para conseguir um design harmonioso, divertido e alegre.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência.